terça-feira, 26 de julho de 2011

Diferenças entre a Alpaca, Lhama, Vicunha, Guanaco.

As diferenças básicas entre as espécies nativas de animais da região da América do sul principalmente da patagônia e dos andes varia bastante com relação a tamanho e uso , a exemplo disto temos os guanacos e as vicunhas que são espécies selvagens , e as lhamas e alpacas que são domesticas. Lembrando que destas também é utilizado no geral a pelagem para fabricação de roupas fato que quase levou as vicunhas e extinção no passado.

O Guanaco
O guanaco (Lama guanicoe) é um camelíceo nativo da America do Sul, cuja altura varia entre 107 e 122 cm, pesa cerca de 90 kg. A cor varia muito pouca (ao contrário do Ilhama), variando de um marrom claro ao mais escuro, e canela para sombreamento, e pelagem branca no torax, e abdômen A face de um guanaco tem um tom acinzentado, e as orelhas, pequenas, ficam em pé. Sua característica marcante são seus grandes olhos castanhos (usados para darem alertas), a forma corporal equilibrada, e a enorme energia. O nome guanaco vem da língua sul-americano conhecida como quechua (palavra "huanaco"). O guanaco assim como o Ilhama, é um mamifero ruminante da América do Sul. Ao contrário das outras espécies de camelídeos este animal tem pelagem mais curta, pode passar quatro dias sem água e vive em grandes alturas próximas aos 4 000 metros. Vive principalmente no Peru
Distribuição
O Guanaco é nativo das regiões áridas e montanhosas da América do Sul. São encontrados no planalto do Peru, Bolívia, Equador, Colômbia, Chile e Argentina, No Chile e na Argentina, são mais numerosos em algumas regiões da Patagônia, em lugares como o Parque nacional Torres de Painel e na Ilha da grande terra de fogo. Nestas zonas, existem limitações em matéria de concorrência.

guanaco

Vicunha

A vicunha (Vicugna vicugna) é o animal que possui o menor tamanho entre os camelídeos andinos chegando no máximo a 1,30 metros de altura e podendo pesar até 40 kg. Sua pelagem é muito fina e tem alto valor comercial; por esse motivo, a vicunha esteve à beira da extinção por causa dos caçadores ilegais. A população de vicunhas, que chegou a ter apenas 25 000 exemplares, chega atualmente quase a 170 000 (aproximadamente 100 000 vivem no Peru), e o número vem crescendo em média 8% por ano. Habita de 3.000 a 4.600 metros acima do nível do mar, no elevado platô andino na região central e sul do Peru, oeste da Bolívia, norte do Chile e noroeste da Argentina, especificamente na puna, uma estepe elevada, desértica e desprovida de árvores, localizada acima da zona de lavouras cultivadas.
A vicunha está bem adaptada à vida nesse ambiente inóspito. Sua pelagem é constituída da lã da melhor qualidade que se conhece, a qual é valorizada e utilizada pelo homem desde a era pré-colombiana. Esta lã a protege do extremo frio e dos fortes ventos da puna e serve como um acolchoado para o corpo quando descansa no chão. Em comparação com os camelos do velho mundo, a vicunha possui cascos mais profundamente bipartidos, permitindo que caminhe e corra com mais aptidão em encostas rochosas, penhascos e pedras soltas, comuns na puna (Koford, 1957). Outra importante adaptação são os dentes semelhantes aos de roedores, os quais crescem continuamente e permitem que a vicunha se alimente de pequenos arbustos herbáceos e gramíneas perenes rentes ao solo. A vicunha é o único ungulado que possui incisivos de raiz aberta e crescimento contínuo. A vicunha é um dos quatro representantes vivos da família dos camelos encontrados na América do Sul, sendo os outros três o guanaco (Lama guanicoe), a lhama (Lama glama) e a alpaca (Vicugna pacos). A vicunha e o guanaco são espécies selvagens, enquanto a lhama e a alpaca são domesticadas.

vicunha


Lhama
Lhama ou lama do quichua  llama, é um mamífero ruminante da América do Sul da família dos camelídeos, genero Lhama. Este animal tem pelagem longa e lanosa, e é domesticado para a utilização no transporte de carga, produção de lã,carne e couro. Foi domesticado pelo povo inca, tendo sido muito importante para os mesmos.
As lhamas vivem na Cordilheira dos Andes, onde as temperaturas são baixas. Assim, as pelagens servem para protegê-los do frio, além de proteger o seu corpo de arranhões e outros ferimentos. A lhama é conhecida pelo seu estilo calmo, muitas vezes andando devagar, porém pode se irritar facilmente, assim foi considerada o oitavo animal mais irritável do mundo, segundo o canal Animal Planet. Quando irritada ou para chamar a atenção, espirra seu muco na direção do objeto de sua irritação.
A lhama alimenta-se de capim e mato. Estes animais medem de 1,40 m a 2,40 m contando com a cauda 25cm e chega a pesar 150Kg.


Lhama

Alpaca

A alpaca (Vicugna pacos) é um mamifero sul-americano estreitamente aparentado com a vicunha e, um pouco mais distante, com o guanaco e a lhama. A alpaca é um animal principalmente do norte argentino, da família dos camelídeos. É menor que a lhama, tendo uma pelagem mais longa e macia. É criada no Peru, Peru e na Bolivia (região dos Andes) como fonte financeira principal, para o aproveitamento da sua lã .O hábito de cuspir também é comum na alpaca, que o utiliza para mostrar agressividade ou como método de defesa, mas ela é muito dócil. seu pelo possui diferentes tonalidades de cores, chegando a um total de 22 cores. Pode alcançar 1,20 a 1,50 (ou 1,65 na especie Ivana.pacos) de estatura dos pés à cabeça e seu peso pode variar de 45 a 90 kg.
alpaca


toucas de pelo de alpaca


2 comentários: